domingo, 4 de outubro de 2015

Cuidando do jardim...



Cuidando do jardim...

Olhar um jardim encanta os olhos e deslumbra a alma. Além da beleza traz alento e ao exigir cuidados faz com que nos voltemos para nós mesmos. Um exercício para o corpo, a mente e o espírito.

Cuidar de um jardim exige vários cuidados: poder, regar, iluminar, sombrear, proteger e expor. Enfim, sutilizas que apaixonados por plantas e flores adoram fazer, pesquisar e testar. Não vou mentir – cuidar de um jardim não é tão simples quanto parece. Mas é uma tarefa gostosa e desestressante de fazer. Pode ser fácil o manejo, mas exige olhar atento e cuidados ao observar os tipos de plantas e quais cuidados elas exigem.

Existem plantas que exigem poucos cuidados pela sua rusticidade como a Espada de São Jorge por exemplo. Outros que você pode deixar até em ambientes com pouquíssima luminosidade como a Zameoculca. Ter uma planta em casa além de todos os benefícios da sua presença: estética, despoluidora, dependendo do tipo pode ser protetora energeticamente e até repelente natural de insetos.

Observe suas plantas. Aprenda sobre elas. Principalmente quanto a luminosidade, umidade do solo e se é uma planta para dentro ou fora de casa. Pode pesquisar mais a fundo quanto ao solo e a composição ideal. Quando a planta adoece é preciso saber se esses aspectos foram cuidados.

Toni Backes no seu livro Paisagismo para Celebrar a Vida – jardins como cura da paisagem e das pessoas.  Fala na página 90: “...As doenças atacam as plantas quando existem certos fatores predisponentes como falta de nutrientes no solo, excesso de umidade, neblina, ventilação insuficiente e ataque de pragas. Os agentes causadores das doenças que atacam as plantas ornamentais são vírus, bactérias ou fungos.” Deixa claro que uma planta sadia dificilmente é atacada por pestes que só existem em sistemas desequilibrados.



Quando a planta do seu jardim está doente é preciso procurar um jardineiro experiente ou uma local que venda plantas para pesquisar um remédio adequado para cuidar dela. Às vezes, as plantas absorvem energias ruins direcionadas para o seu dono ou energias do próprio terreno energeticamente desequilibradas. Detalhes que nem sempre ficam claros de serem observados por um leigo.

Observe e trate com carinho o seu jardim que ele vai retribuir florido, cheiroso e harmonioso.