terça-feira, 1 de março de 2016

Meditando com a gurizada


Meditando com a gurizada

Meditar faz muito bem. Imagine então crianças desde cedo aprendendo técnicas de meditação.  Num mundo muito agitado parar e respirar com calma pode fazer toda a diferença.

Já é comum se falar em déficit de atenção. Crianças que ficam direto no computador ou com eletrônicos ou crianças isso ou aquilo. A questão mais importante é: criança tem que ser criança – brincar, brincar e brincar. Mas o que vemos são crianças brincando (paradas na frente de eletroeletrônicos) com seus cérebros sendo super estimulados e estressados com uma quantidade enorme de cores e movimentos. Até certo ponto pode ter o seu valor, mas o excesso faz muito mal. Estão surgindo doenças novas em decorrência desses novos hábitos. Inclusive a visão tem sido muito prejudicada. Muito agito, muita tensão e até pode ter diversão, mas a que custo da saúde?

Como contraponto é preciso achar um equilíbrio. Ensinar a gurizada a relaxar com atividades de relaxamento e através da meditação ajudá-las a ter foco, desenvolver a auto-estima e trabalhar valores para conviver em grupo e também valorizar os momentos que estão sós com elas mesmas.

Todos os momentos são importantes. Viver no aqui e agora. Consciente dessa premissa ajuda a criança a se desenvolver e se tornar um adulto mais feliz e menos estressado. Saber que tem momentos de conviver em grupo. Tem momentos de estar só. Estudar. O que muitas vezes é considerado ‘tédio’ pode ser um bom momento de reflexão e relaxamento da mente e do corpo.

Criei o blog Meditando com a Gurizada – www.meditandocomagurizada.blogspot.com.br para colocar dicas e sugestões de como os pais, professores e responsáveis podem trabalhar a meditação com suas crianças. Existem muitas técnicas e formas de ajudar as crianças a relaxarem e terem uma vida mais saudável.  Pode-se iniciar simplesmente sentando-se de forma confortável e prestar atenção na própria respiração. Ar entra pelo nariz (enche a barriga), ar sai pela boca (barriga murcha). Pronta já está meditando. É claro, que é só um começo. Mas toda caminhada começa com o primeiro passo. Crie o hábito de meditar alguns minutos por dia com seu filho que sem sombra de dúvida ele será um adulto feliz e saudável.


Andrea dos Santos Leandro
Consultora em Harmonização de Espaços