quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Repelente natural



Repelente natural

Calor combina com praia e piscina e também com visitantes considerados indesejáveis – os insetos. E atualmente o que mais está incomodando é o aedes aegypti, mais conhecido como mosquito da dengue. Nesses casos podemos usar os repelentes naturais. Intercalando ou trocando aqueles que são colocados dentro de casa. Ajudam a manter a casa protegida.

Vários cuidados ajudam a precaver a evitar a incidência de insetos. Tais como:

- Manter os ambientes limpos.

- Lixeiras fechadas e higienizadas com frequência.

- Evitar que vasilhames fiquem com água empossada.

- Sapos e lagartixas ajudam no equilíbrio natural de incidência de insetos. Respeite-os.

E a dica preciosa é ter plantas repelentes no pátio e usar algumas dentro de casa. A citronela é uma das mais recomendadas. Pode ter a planta no pátio – regada a muita água e exposição ao sol. Dela pode-se usar as folhas em cachepôs espalhados pela casa. Coloque folhas dentro de um vidro com álcool e deixe macerar por 20 dias. Após coloque num pano e passe pelos móveis ou dilua um pouco num balde e passe um pano pelo chão. O cheiro vai se impregnando no ambiente. Utilize em todas as faxinas.

Outras plantas preciosas para essa tarefa são: lavanda, arruda, gerânio, tagetes, alecrim, limão com cravos espetados entre tantas outras plantas. Além de cheirosa sua casa ficara protegida (diminui, mas não elimina totalmente a presença de insetos) e a energia fica muito mais agradável com a presença de plantas.


Plantas no projeto paisagístico de uma residência ou empresa além da beleza podem fazer a diferença para tornar o local agradável e protegido de insetos. É preciso manter um equilíbrio como na natureza. Todos tem o seu papel - animais e plantas. Quando existe desequilíbrio é que as doenças se instalam. Faça a sua parte cuidando da sua casa, do seu espaço e a saúde e o bem estar irão prevalecer.

Andrea dos Santos Leandro
Consultora em Harmonização de Espaços